Catelini

ec004001170814-13076228-2420x3651

A ARTE DE BORDAR E O BEM QUE NOS FAZ

Sou empreendedora, esposa, mãe.

Apesar de bordar desde pequena, foi somente depois da chacoalhada que a maternidade me deu e de começar a ler sobre Economia Criativa, que comecei a encarar o bordado feito a mão como um negócio.

Minha especialidade é criar e aplicar essa técnica milenar com um olhar contemporâneo, e isso fez com que um dos meus trabalhos fosse selecionado para o Inspiramais, em São Paulo, maior salão de tendências, materiais e fornecedores para o mercado da moda da América Latina.

Fui pioneira na técnica do micro-bordado no Brasil, fazendo pequenos pontinhos de bordado em acessórios femininos como brincos, pingentes e broches.

Não tenho como falar do meu trabalho sem falar de minhas referências e vivências gauchescas. Além de minhas raízes familiares, tive a honra de conviver e contribuir com o trabalho do folclorista João Carlos Paixão Côrtes, e isso me inspira para criar designs autorais valorizando a cultura do sul do Brasil.

E nesse mundo cada vez mais tech, encontrei no bordado uma forma de me conectar comigo mesma e entregar pra mim e para outras pessoas os 3 principais luxos do século XXI: tempo, silêncio e privacidade.

Como? Ensinando mais pessoas a bordar!

Buscar mais significado no trabalho, entregando valor ao mundo fazem parte desse desafio que iniciei no final de 2015. Bordar me traz muitas respostas as inquietudes modernas e através dos pontinhos desejo que outras pessoas também encontrem as suas, seja executando pontos de bordado, admirando peças feitas com essa técnica ou recebendo carinho e atenção através de presentes surpreendentes feitos a mão.

TUDO COMEÇOU COM "UM PONTINHO"

Inicialmente a marca que carregava meu trabalho era Um Pontinho - Bordados feitos a mão. A escolha do nome "Um Pontinho" para o início desse projeto do coração se deu principalmente por dois motivos:

  • quando bordamos sabemos da importância de cada um dos pontinhos que fazemos. Cada ponto tem o seu lugar, o seu valor e dessa forma cada Um dos Pontinhos faz a sua diferença;
  • o que somos nós, seres humanos, nesse mundo tão grande? Pequenos pontinhos que podem fazer a diferença nesse planeta tão cheio de inspiração.

Fazendo essa analogia entre sermos pequenos pontinhos, desejo transmitir as pessoas meu amor e gratidão infinita ao bordado, que me proporciona autoconhecimento e uma forma tão feliz de enxergar a vida.

Mas, com o passar do tempo e com o meu amadurecimento e do meu trabalho, acredito que usar meu nome como registro desse trabalho faça mais sentido. Mas acredite: a importância de cada pontinho ainda é a essência dessa missão.

MINHAS INSPIRAÇÕES

amor

AMOR

Meu marido, meu companheiro, minha Vida, Dario Amorim. A quem dedico uma admiração imensurável e um amor que jamais pensei existir.

Minha grande família, que inclui mãe, pai, irmão, sobrinhos, Vô, muitos primos,  muito tios, muita, muita gente mesmo. A gente está sempre junto, mesmo as vezes não estando perto {mas estamos sempre meio perto}.

maternidade

MATERNIDADE

Ter um filho nos vira do avesso, nos faz rever todos os nossos conceitos. Nos faz perceber o quanto somos parte da natureza, nos faz encontrar forças que não sabíamos que nos habitavam. E no final de um dia bem cansativo, um sorriso daquela pessoinha é a recompensa mais gratificante. Meu filho, João Augusto, me inspira a querer fazer um mundo melhor todos os dias.

natureza2

ALMA RURAL

A natureza ensina, cura, explica, encanta, inspira. Na correria do dia-a-dia nos esquecemos que somos parte dela. Nos colocamos {mesmo sem perceber} acima de seu funcionamento, sem nos darmos conta do quanto dela dependemos e somos influenciados. Vivendo um pouco {não muito} afastada de um centro urbano, posso encontrar a beleza {quem sabe o privilégio} em poder apreciar coisas simples e cheias de significados que a simplicidade do meio rural, nos presenteia todos os dias.